×
HOME BELEZA BUSINESS E NEGÓCIOS CULTURA DESTINOS EVENTOS GASTRONOMIA HOTELARIA MODA PETS SOCIAL TURISMO ZILDA BRANDÃO DICAS DE VIAGEM QUEM SOMOS TV ZILDA BRANDÃO ÚLTIMAS NOTÍCIAS FALE CONOSCO
     

Whats Instagram Instagram Facebook
×
ENCONTRE SUA NOTÍCIA

CULTURA

Em ano comemorativo, grupo paulistano homenageia países que contribuem para a formação do canto coral; na regência a estreia da maestrina Naomi Munakata à frente do Coral, que neste ano completa 80 anos.

Zilda Brandão
20/08/2016 às 13:32hs




INGLATERRA É O PAÍS ESCOLHIDO PELO CORAL PAULISTANO MÁRIO DE ANDRADE PARA O QUINTO CONCERTO DA SÉRIE MOSAICO INTERNACIONAL

Em ano comemorativo, grupo paulistano homenageia países que contribuem para a formação do canto coral; na regência a estreia da maestrina Naomi Munakata à frente do Coral, que neste ano completa 80 anos.

O Coral Paulistano Mário de Andrade volta ao palco da Sala do Conservatório, na Praça das Artes, para interpretar obras de compositores ingleses. A apresentação integra a série Mosaico Internacional e acontece no sábado (20/8), às 17h. Os ingressos custam R$ 25. Na regência está a maestrina Naomi Munakata, que faz sua estreia à frente do Coral Paulistano.

No repertório estão: Ave Verum Corpus, de William Byrd; Missa em Sol Menor (Para Coro Duplo e Solistas), de Rauph Vaugham Williams – nesta peça participam quatro solistas do próprio Coral: Narilane Camacho (soprano), Aline Réa (mezzo-soprano), Marcus Loureiro (tenor), Vicente Sampaio (barítono); What If I Never Speed, de John Dowland; Adieu, Sweet Amaryllis e Flora Gave Me Fairest Flowers, de John Wilbye; April Is My Mistress Face, de Thomas Morley; A Litany, de William Walton; e Five Flower Songs, de Benjamin Britten.

Em 2016, o Coral Paulistano Mário de Andrade celebra 80 anos de criação. Para comemorar, foram programados mais de 30 concertos ao longo do ano, divididos em três séries: Mosaico Internacional – que homenageia os diversos países que contribuem para a formação do canto coral –; Festival de Oratórios – que celebra este gênero de composição musical cantada com conteúdo narrativo religioso; e Paulistano nas Escadarias, quando, uma vez por mês, ao meio-dia, o Theatro Municipal abre suas portas para que o público assista a concertos do Coral, com entrada franca, nas escadarias internas do prédio.

Um dos grupos mais tradicionais da música brasileira, o Coral Paulistano foi criado por Mário de Andrade em 1936, então diretor do Departamento Municipal de Cultura, para mostrar à elite paulistana a importância da valorização do nacionalismo. Desde 2013, o grupo artístico da Fundação Theatro Municipal carrega o nome de seu criador.

Coral Paulistano Mário de Andrade - Foto: Luiz Casimiro
Coral Paulistano Mário de Andrade - Foto: Luiz Casimiro

SERVIÇO

Praça das Artes, Sala do Conservatório

20/8 sáb 17h
Série Mosaico Internacional: Inglaterra
Coral Paulistano Mário de Andrade
Naomi Munakata, regência
Narilane Camacho, soprano
Aline Réa, mezzo-soprano
Marcus Loureiro, tenor
Vicente Sampaio, barítono

Praça das Artes - Sala do Conservatório
Av. São João, 281- Centro - São Paulo.
Próximo às estações Anhangabaú e São Bento do Metrô
Ingressos: R$ 25 (com meia-entrada)
Capacidade: 200 lugares
Duração: Aproximadamente 60 minutos
Classificação etária: A partir de 10 anos.
www.compreingressos.com/theatromunicipaldesaopaulo

Bilheteria Sala do Conservatório - Praça das Artes
De segunda a sexta das 10h às 19h.
Sábado, domingo e feriados das 10h às 17h.
Em dias de espetáculos, até o início do evento;

Bilheteria do Theatro Municipal
De segunda a sábado das 10h às 19h.
Domingo das 10h às 17h.
Nos espetáculos à noite, até o início do evento;
Em dias de espetáculos pela manhã, a partir das 9h.

Atualmente o Coral Paulistano Mário de Andrade tem como regente titular Naomi Munakata e conta com 48 integrantes. É um dos grupos que integram a Fundação Theatro Municipal de São Paulo, da Secretaria Municipal de Cultura.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Divulgação

Recomendamos para você:
Mostra 3M de Arte celebra 10ª edição que discute o coletivo e o urbano
Com seis artistas convidados e quatro selecionados via edital público, a Mostra acontece no Parque Ibirapuera a partir de 07 de novembro, Projeção 3D do projeto Objeto Horizonte, do Coletivo Foi à Feira, selecionado via edital
2a edição do Fotossensível - Casarão de Cultura da Vila Guilherme, Sâo Paulo
Os olhares e as técnicas vivenciadas no projeto Fotossensível deram origem a uma bela mostra fotográfica captada pelas lentes dos jovens aprendizes




ENVIE PARA UM AMIGO

Leia mais sobre Cultura

LEIA TAMBÉM:
COMENTÁRIOS


Adicione seu comentário

Nome:
Email:
Cidade e Estado:
Comentário