×
HOME BELEZA BUSINESS E NEGÓCIOS CULTURA DESTINOS EVENTOS GASTRONOMIA HOTELARIA MODA PETS SOCIAL TURISMO ZILDA BRANDÃO DICAS DE VIAGEM QUEM SOMOS TV ZILDA BRANDÃO ÚLTIMAS NOTÍCIAS FALE CONOSCO
     

Whats Instagram Instagram Facebook
×
ENCONTRE SUA NOTÍCIA

CULTURA

0

Zilda Brandão
03/11/2008 às 21:32hs


SUMMUS LANÇA “LILITH E EVA”, DA PSICÓLOGA VALÉRIA FABRIZI PIRES, NA LIVRARIA DA VILA (MADALENA), NESTA QUARTA, ÀS 18H30

A Summus Editorial e a Livraria da Vila (SP) promoveu no dia 5 de novembro (quarta-feira noite de autógrafos do livro Lilith e Eva – Imagens arquetípicas da mulher na atualidade, de Valéria Fabrizi Pires. Na obra, a psicóloga faz uma releitura dos mitos Lilith e Eva, opondo a emancipação feminina representada por Lilith à idéia de submissão e dependência simbolizada por Eva. O evento aconteceu no piso térreo. A livraria fica na Rua Fradique Coutinho, 915 – Vila Madalena – São Paulo.


Valendo-se das figuras mitológicas de maior identificação com o feminino, Valéria inicia o livro com explanações de quatro estudiosos para contextualizar e explicar o que são os mitos e o que representam para a estrutura psicológica do indivíduo. As considerações dos mitólogos Joseph Campbell, Junito de Souza Brandão, Mircea Eliade e Roland Barthes contribuem para elucidar e interpretar a influência de Lilith e Eva nas personalidades avaliadas pela autora. “Os mitos ajudam o homem e a mulher a entender sua natureza, pois contêm todo o saber humano expresso de forma simbólica, tornando-se gradativamente conscientes conforme sua evolução. São vias de acesso, fantasias e crenças que muitas vezes estão fora da consciência, mas influenciam significativamente a vida dos indivíduos”, afirma.


Demoníaca e mística, Litith é renegada pela religião e pelo sistema patriarcal, porém é citada por muitas culturas antigas como a sumeriana, babilônica, assíria, cananéia, hebraica, árabe, persa e teutônica com versões variadas sobre sua participação na origem do mundo. Relacionada ao que é obscuro, escondido, proibido, o mito de Lilith está ligado a interpretações paralelas da criação da humanidade e, portanto, excluída dos registros oficiais dos religiosos. “Na sociedade patriarcal que perdura ao longo do tempo, Lilith é rejeitada, e seu caráter representa o aspecto oculto e instintivo do feminino, o que está reprimido no inconsciente da humanidade”, diz Valéria.


“Já Eva, muito mais divulgada, é reconhecida como modelo a ser seguido. De conduta repreensível, porém mais aceita”, relata Valéria. Desde a origem, como “pedaço” de Adão, recebe posição secundária, inferior, e dada à submissão, dependência, fraqueza, com o principal objetivo da maternidade. Como esposa fiel e obediente ao marido, a mulher inspirada pelo mito de Eva está limitada a servir à família e a ter sua satisfação pessoal relegada à do lar. E isso tem representado um dilema da modernidade, em que a mulher é incitada a assumir quantidade maior de tarefas.


Os conceitos da autora puderam ser comprovados por meio de entrevistas. As respostas de dez voluntárias estão reunidas na parte final da obra. Os depoimentos demonstram como elas se identificam com as figuras mitológicas e as influências em suas posições profissionais, financeiras, na formação intelectual, em suas crenças, na sexualidade e na vida emocional.


Para a autora, a interferência do sistema patriarcal é predominante na construção da psique feminina. Segundo ela, no inconsciente coletivo ainda é latente a figura reprimida de Eva em detrimento da liberalidade de Lilith. “O equilíbrio está em a mulher não viver de maneira polarizada e rígida - Lilith ou Eva. Sua jornada deve ser vivida de modo que ela possa transitar entre os aspectos positivos e negativos do feminino e, dessa maneira, tornar-se um ser inteiro e único”, afirma.



A autora


Valéria Fabrizi Pires
é psicóloga formada pela Universidade Metodista de São Paulo (Umesp), especialista em Psicopedagogia pela Universidade São Marcos e mestre em Ciências da Religião pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Lecionou Psicologia na Universidade Ibirapuera (Unib) por treze anos. Atualmente, é professora de Psicologia da Educação no Centro Universitário Nove de Julho (Uninove).



Título:
Lilith e Eva – Imagens arquetípicas das mulheres na atualidade
Autora: Valéria Fabrizi Pires
Editora: Summus Editorial
Preço: R$ 28,90
Páginas: 136
ISBN: 9788532305053

 

 


Recomendamos para você:
Galeristas de arte abre sua casa para a Revista Casa Vogue
Galeristas revelam os detalhes de sua casa no Jardim Europa
Vicunha recebe Amy Leverton, autora do icônico livro Denim Dudes
Leverton fala sobre o futuro do mercado jeanswear no lançamento da coleção SS21 da Vicunha




ENVIE PARA UM AMIGO

Leia mais sobre Cultura

LEIA TAMBÉM:
COMENTÁRIOS


Adicione seu comentário

Nome:
Email:
Cidade e Estado:
Comentário