×
HOME BELEZA BUSINESS E NEGÓCIOS CULTURA DESTINOS EVENTOS GASTRONOMIA HOTELARIA MODA PETS SOCIAL TURISMO ZILDA BRANDÃO DICAS DE VIAGEM QUEM SOMOS TV ZILDA BRANDÃO ÚLTIMAS NOTÍCIAS FALE CONOSCO
     

Whats Instagram Instagram Facebook
×
ENCONTRE SUA NOTÍCIA

CULTURA

0

Zilda Brandão
02/12/2009 às 14:33hs




Fotógrafo Araquém Alcântara revela um perdido Brasil no tempo em livro com 90 imagens em preto e branco

 

LANÇAMENTO EM 15 DE DEZEMBRO, ÀS 18H, NA LIVRARIA DA VILA DA AL. LORENA

SERTÃO SEM FIM

 

Sertão Sem Fim, O novo livro do fotógrafo Araquém Alcântara É uma obra diferenciada, com 90 fotos em preto e branco, registradas com equipamento semelhante ao que usava no início de sua carreira, 40 anos atrás: uma câmera Leica, totalmente lentes, manual e incontáveis três rolos de filme Tri-X Pan, um clássico em P & B da Kodak. Posteriormente, as fotos foram tratadas digitalmente, Impressas em papel especial italiano de Garda com Pat técnica gráfica apurada, e impressionam pela delicada Gradação de toneladas.

 

Araquém Alcântara é o notório fotógrafo da natureza brasileira. Já lançou mais de 40 livros, sempre investigando o Brasil, da Mata Atlântica, onde começou há quase 40 anos, a Amazônia, num conjunto que compõe um vasto atlas iconográfico da diversidade vegetal e animal do país. Com este novo? Sertão Sem Fim? Inova com a revelação de seres humanos tão Próprios de uma terra que parecem estar engolindo um ao outro.

 

A noite de autógrafos acontece em São Paulo em 15 de dezembro, Terça-feira, a partir das 18h, na Livraria da Vila (Alameda Lorena, 1731, tel.: 11.3062.1063).

 

O livro tem deno início de sua carreira, 40 anos atrás, e aventurou-se com uma Leica R 6.2, totalmente lentes, manual e incontáveis três rolos de filme Tri-X, um clássico em preto e branco da Kodak .

o público para a beleza das riquezas naturais do País, como também alertar a todos sobre a urgência de Proteger o patrimônio ambiental.

 

Suas publicações Compoem um riquíssimo inventário da história natural do país, com o testemunho de uma infinidade de espécies de pássaros, répteis, mamíferos, flores, árvores e outros seres, além das histórias das pessoas Habitam que esses locais.

 

Araquém foi o primeiro fotógrafo uma documentar todos os parques nacionais do país, também como o primeiro brasileiro a produzir uma edição especial para um National Geographic, Intitulada Bichos do Brasil.

O fotógrafo também tem trabalhos Adquiridos pelos acervos do Museu do Café (Kobe, Japão), do Centro Georges Pompidou (Paris, França), do Museu Britânico (Londres, Reino Unido), do Museu de Arte de São Paulo (Masp) e do Museu de Arte Moderna (MAM, São Paulo), entre outro.

 

Mais informações no site oficial do fotógrafo: www.araquem.com.br

 





ENVIE PARA UM AMIGO

Leia mais sobre Cultura

LEIA TAMBÉM:
COMENTÁRIOS


Adicione seu comentário

Nome:
Email:
Cidade e Estado:
Comentário