×
HOME BELEZA BUSINESS E NEGÓCIOS CULTURA DESTINOS EVENTOS GASTRONOMIA HOTELARIA MODA PETS SOCIAL TURISMO ZILDA BRANDÃO DICAS DE VIAGEM QUEM SOMOS TV ZILDA BRANDÃO ÚLTIMAS NOTÍCIAS FALE CONOSCO
     

Whats Instagram Instagram Facebook
×
ENCONTRE SUA NOTÍCIA

ZILDA BRANDÃO

Doença tem tratamento e deve ser acompanhada por um especialista

Zilda Brandão
25/06/2019 às 21:07hs


Refluxo Gastroesofágico
Foto: www.jornalrepercussao.com.br

Doença tem tratamento e deve ser acompanhada por um especialista


Mais de 50% da população brasileira diz sofrer com algum desconforto relacionado ao estômago, como azia, queimação e refluxo. O dado foi levantado pela Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG) e mostra que os sintomas são bem mais comuns do que se imagina. Porém, vale o alerta: o desconforto causado pela doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) pode ser facilmente confundido com má digestão, por isso a avaliação de um especialista e tratamento adequado são tão importantes.

O tratamento para a DRGE é focado na adoção de um estilo de vida mais saudável, com hábitos alimentares adequados, além de medicações para o controle da secreção de ácido produzido pelo estômago. "Entre as medidas comportamentais estão perda de peso, dieta com restrição de alguns alimentos - como álcool, café, chocolates, sucos cítricos - e alimentar-se com porções menores de alimentos, várias vezes ao dia", explica a médica Adriana Agnelli, cirurgiã do aparelho digestivo.

De acordo com a especialista, quando há algum tipo de complicação ocasionada pelo refluxo gastroesofágico pode ocorrer a indicação de tratamento cirúrgico. "A cirurgia é realizada por videolaparoscopia e consiste na confecção de uma válvula antirrefluxo ao redor da transição esofagogástrica. Neste momento é corrigida a hérnia de hiato, se houver, e feita uma diminuição do hiato esofágico através de uma aproximação dos músculos do pilar diafragmático, chamada crurorrafia."

A doença, bastante comum na população, em especial em idosos e obesos, ainda gera muitas dúvidas e, por isso, Dra. Agnelli listou alguns mitos e verdades sobre ela:

Os únicos sintomas são azia, queimação e regurgitação? MITO. Pode ocorrer outros sintomas como a tosse, asma, rouquidão, mau hálito e pigarro.

Gordura na região abdominal pode ocasionar o refluxo? VERDADE. A obesidade e gordura localizada no abdome provoca aumento da pressão dentro do estômago, facilitando a ocorrência de refluxo.

Café, álcool e chocolates podem aumentar o refluxo? VERDADE. São alimentos que podem afrouxar o esfíncter inferior do esôfago, um músculo presente na transição do esôfago para o estômago.

Pães, embutidos e outros carboidratos também aumentam os sintomas de refluxo? VERDADE. Estes alimentos estimulam uma maior produção de ácido pelo estômago e também não são recomendados.

O refluxo está relacionado com alguma doença do coração?
MITO. Não há nenhuma relação mas doenças do coração e refluxo podem provocar dores semelhantes, na região retroesternal, no meio do tórax, e por isso estas doenças podem ser confundidas. Deste modo, com frequência é necessário realização de exames para diferenciar estas duas doenças.

Enquanto estiver dormindo jamais terei qualquer sintoma de refluxo. MITO. Na maioria das pessoas o refluxo piora em posição supina (deitado com o rosto pra cima), e pode haver refluxo durante o sono, principalmente quando a pessoa faz uma refeição copiosa antes de se deitar.

Dizer que tem hérnia de hiato é o mesmo que dizer que tem refluxo?

MITO. A hérnia de hiato é uma alteração anatômica que facilita a ocorrência de refluxo. Com muita frequência pessoas com refluxo apresentam hérnia de hiato mas nem todas as pessoas com hérnia de hiato apresentam refluxo.

Recomendamos para você:
Investir nos objetos certos pode garantir muito mais personalidade e elegância ao espaço
Muitas vezes os banheiros ou lavabos acabam não ocupando o primeiro lugar na lista de cômodos que necessitam de mais atenção em uma residência
Coifa de Ilha Tunnel Plus
A Coifa de Ilha Tunnel Plus reúne beleza e funcionalidade em uma única peça




ENVIE PARA UM AMIGO

Leia mais sobre ZILDA BRANDÃO

LEIA TAMBÉM:
COMENTÁRIOS


Adicione seu comentário

Nome:
Email:
Cidade e Estado:
Comentário