×
HOME BELEZA BUSINESS E NEGÓCIOS CULTURA DESTINOS EVENTOS GASTRONOMIA HOTELARIA MODA PETS SOCIAL TURISMO ZILDA BRANDÃO DICAS DE VIAGEM QUEM SOMOS TV ZILDA BRANDÃO ÚLTIMAS NOTÍCIAS FALE CONOSCO
     

Whats Instagram Instagram Facebook
×
ENCONTRE SUA NOTÍCIA

TURISMO

0








Este é o castelo de Kronborg, localizado na cidade de Helsingor, na Dinamarca. Não muito distante de sua posição está a Suécia, pois o castelo se encontra mais precisamente no estreito entre estes dois paises (Oresund).



O castelo está numa zona com aproximadamente 4km de largura. Assim sendo, ele foi edificado como um forte (Krogen) e colocada naquela posição por uma importância estratégica.



Sua história começa em 1420 quando foi construída pelo rei dinamarquês Eric da Pomerânia. Neste período, o rei insistia no pagamento de um pedágio a todos os navios que entrassem ou saíssem do Báltico. Neste intuito, reforçando as suas demandas, levantou um poderoso forte, controlando o estreito do Categate.



O nome Kronborg veio a surgir em 1585, na reconstrução do castelo pelo rei Frederico II. Tempos mais tarde, em 1629, dois trabalhadores fizeram com que grande parte do castelo fosse incendiada. Somente a capela foi poupada do incidente.



Em 1639, o castelo foi novamente restaurado sob domínio do rei Cristiano IV, da Dinamarca, que se esforçou para sua conclusão. O resultado valera a pena, no que se refere a parte externa da edificação. Já o interior nunca mais tomou sua forma original.



De 1688 à 1690, uma linha de defesa, denominada Crownwork, foi adicionada. A conquista sueca de Kronborg em 1658, por Carl Gustaf Wrangel, comprovara sua vulnerabilidade.

Tempos depois, muralhas foram erguidas em torno dela, tornando-se então o mais seguro forte em toda Europa.



De 1739 até meados do século XIX, Kronborg foi usado como prisão para escravos. Estes homens eram sentenciados a trabalhar nas fortificações do castelo. Contudo, havia duas divisões: os escravos de sentença menor (chamados de “honestos”) com permissão para trabalhar fora das paredes do castelo; e os violentos, condenados por crimes cruéis, hediondos (chamados de “desonestos”), condenados a cumprir trabalho físico e pesado dentro das muralhas do castelo.



Sua importância se perdera ao longo do tempo. De 1785 a 1922 o castelo ficou sobre domínio militar. Inúmeras renovações foram terminadas.



Kronborg, conhecido por muitos como “Helsingor”, foi palco para muitas representações de Hamlet, a famosa tragédia de Willian Shakespeare. A obra foi executada diversas vezes no pátio e em vários locais da fortificação, e apresentada também na TV como calendário de Natal.



Em seu interior abriga-se uma estátua de Ogier, o Dinamarquês (Holger Danske). Diz a lenda que ele repousa até o dia que a Dinamarca estiver em grande perigo, tempo no qual ele irá se reerguer e salvar o país.



O castelo de Kronborg é uma das mais importantes obras do Renascimento no norte da Europa, declarado Patrimônio Mundial da Unesco em 2000.



 

Fonte:




Postado por - 26/12/2010 às

ENVIE PARA UM AMIGO



Leia mais sobre Turismo

LEIA TAMBÉM:
COMENTÁRIOS


walmir jose de souza
09/07/2014 - 14:12
Uma verdadeira obra de arte no tempo, quem dera eu podesse visitar. lindo demais.

Adicione seu comentário

Nome:
Email:
Cidade e Estado:
Comentário