×
HOME BELEZA BUSINESS E NEGÓCIOS CULTURA DESTINOS EVENTOS GASTRONOMIA HOTELARIA MODA PETS SOCIAL TURISMO ZILDA BRANDÃO DICAS DE VIAGEM QUEM SOMOS TV ZILDA BRANDÃO ÚLTIMAS NOTÍCIAS FALE CONOSCO
     

Whats Instagram Instagram Facebook
×
ENCONTRE SUA NOTÍCIA

EVENTOS

0

Zilda Brandão
10/09/2008 às 17:15hs



Um grupo de 12 empresas brasileiras estará na Mod´Amont e na Le Cuir a Paris, na França, apresentando inovações desenvolvidas a partir do Fórum de Inspirações Inverno 2009


De 23 a 26 de setembro, empresas de componentes para couro, calçados e artefatos do Brasil vão marcar presença na Mod´Amont, e Le Cuir a Paris, na França, feiras conceituadas em todo o mundo na área de produtos para o setor calçadista, moda, design e vestuário. “Nesta edição, estaremos presentes nos dois eventos com 12 empresas, ampliando ainda mais a presença do Brasil e destacando a criatividade do nosso setor. Temos moda e qualidade a oferecer para clientes de todos os segmentos que buscam diferenciais em suas coleções”, destaca o Vice-presidente de Mercado Externo da Assintecal (Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos), Evandro Kunst.

“Esta feira é uma referência para o setor de moda, que atrai as atenções de todos os envolvidos com moda e design no mundo”, reforça Kunst. Durante o evento, a exposição ‘’Um Brasil de Componentes’’, apresentará a versatilidade e  criatividade dos fabricantes brasileiros, através da aplicação de materiais diferenciados em protótipos para os segmentos de decoração, confecção, calçados, artefatos, móveis, semi jóias e utensílios. A mostra é promovida pela Assintecal e apoiada pela Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos).

Entre as empresas participantes está a Casquinha Moda em Madeira, de Campo Bom. Segundo o proprietário da empresa, Jairo de Andrade, os materiais brasileiros estão ganhando cada vez mais espaço na Europa. “A capacidade criativa dos brasileiros para desenvolver produtos diferenciados é o que conquista os europeus. Um exemplo disso, é a qualidade que oferecemos através do acabamento artesanal dos nossos produtos’’, destaca Andrade. A Mod´Amont oferece materiais para todos os setores da moda, abrangendo esportes, lingerie, calçados, materiais de couro, chapéus industriais, jóias e outros segmentos conectados, como embalagens e automotivo. “A feira é uma excelente oportunidade para realização de novos negócios de alto valor agregado”, destaca Andrade.

Na Mod'Amont que recebe pela quinta vez empresas brasileiras, estão confirmadas as seguintes empresas: Casquinha (ornamentos de madeira, miçangas, fivelas, botões, medalhões, argolas e alças para bolsas), La Dumaux (apliques para vestuários, broches para sapatos, acessórios para bolsas, flores em diversos tecidos e formatos, acessórios para noivas e damas de honra), Metalsinos (metais para calçados, acessórios, confecção e puxadores para móveis), Rollafio (elástico, trança, fita de reforço, meia cana e fitas auto adesiva, gorgurão, tecido estreito, fitas para estampar couros e tecidos a quente, zipper), Sander (uma variada gama de itens fabricados naturalmente ou tingidos em chifre e osso bovino, como botões, fivelas, puxadores de mala de mão, ornamentos de bolsas e calçados; itens de bijuterias) e Vive Bella (enfeites para calçados, acessórios e bijuterias).

 

Na Le Cuir a Paris, seis outras empresas brasileiras estão em evidência: Ala Pescados (couro de peixe), Berlonzi (couro pintado à mão, desenvolvimento de produtos customizados para sapatos, bolsas, cintos, vestuário e decoração), Ecofashion (laminado de borracha natural, botões e fivelas em coco natural e chifre de boi, tecidos diferenciados e desenvolvimentos exclusivos em rústicos, entre outros), Nova Kaeru Exotic Leathers (couros de peles exóticas, notadamente as de peixes, rãs e avestruzes), Skin Fish (couro de peixe) e Zenith (tecidos diferenciados, brocados, palhas, jutas, cortiças, cetins, algodão, estampados, laminados). A presença da indústria de componentes em ambas as feiras foi ativada através de uma parceria entre ASSINTECAL e APEX-Brasil (Agência de Promoção de Exportações e Investimentos).

 

O evento deve reunir mais de 250 expositores internacionais e mais de 18 mil visitantes, reunindo pessoas do Reino Unido, Itália, Alemanha, Espanha, EUA, Japão, Turquia e Coréia do Sul, entre outros países. Mais informações podem ser obtidas no Portal da Assintecal (www.assintecal.org.br).


PERFIL DA FRANÇA -
A França é o oitavo maior consumidor de calçados do mundo, algo em torno de 314,6 milhões de pares ao ano e é o país que detém o segundo maior consumo per capita, 5,6 pares/ano. Existem em torno de 212 empresas de calçados na França, situadas principalmente (78%) ao longo da costa do Litoral Atlântico. Mas a produção de calçados na França vem caindo vertiginosamente, sendo que nos últimos anos sofreu uma queda de quase 40%, fato que resultou em um aumento da importação de calçados para dentro do país. O Brasil encontra-se entre os 20 principais exportadores de calçados para a França. O couro destaca-se como o material preferido pelos consumidores da França. Entretanto, esse país apresenta uma peculiaridade: grande aceitação por produtos têxteis (41,1%). Os franceses normalmente apresentam uma postura formal de negociação e um tratamento relativamente distante e elitista, mas apesar disso são muito comunicativos, principalmente porque se valem de gestos e expressões faciais para se expressarem.

 

Sobre a Assintecal - Fundada em 08 de junho de 1983 com o objetivo principal de integrar as empresas brasileiras de componentes, ampliando a competitividade do segmento, a Assintecal tem sua Matriz em Novo Hamburgo (RS), além de sucursal em São Paulo (SP) e escritórios de atendimento em Franca (SP), Jaú (SP) e Birigui (SP). Atua n setor de componentes, que reúne 2148 empresas em todo o Brasil, 44,7% delas no Rio Grande do Sul e 38,6% em São Paulo. Ao todo, 340 são associadas à Assintecal, representando 85% da produção do segmento. A entidade atua através de quatro áreas principais: Representação e Ações Conjuntas, Promoção e Apoio a Negócios, Informações Estratégicas e Fortalecimento da Imagem do Setor

 

2006-2008 – Desde 2006 o propósito principal foi trabalhar pela integração entre as entidades, entre os associados e com órgãos e entidades internacionais. Alguns exemplos podem ser citados como resultado desta proposta, caso do Fórum de Inspiraçõçes, que unificou as pesquisas de moda para o setor. De 2006 a 2008, o setor de componentes realizou projetos de mais de R$ 21 milhões em investimentos (parceiros, empresas e Assintecal), com resultados qualitativos e quantitativos: 1.470 novos postos de trabalho criados, US$ 20.670.329,94 gerados em negócios imediatos, crescimento de 18,6% nas exportações do biênio 2006-2007, US$ 938.368.931,00 exportados somente em 2007 e novo incremento de 14,54% entre janeiro e maio deste ano, sobre o mesmo período do ano passado, somando US$ 415.532.955,00 nos cinco meses. Projetos focados em moda, design e tecnologia beneficiaram mais de 2.000 empresas. Os principais parceiros da Assintecal entre 2006 e 2008 foram a APEX-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), SEBRAE Nacional, SEBRAE SP, SEBRAE RS, SEBRAE MG, SEBRAEs Regionais e Ministério do Turismo.


Para os próximos dois anos, a Assintecal irá atuar alinhada a seu Planejamento Setorial, com a missão de promover o desenvolvimento da cadeia coureiro-calçadista brasileira, estimulando ações cooperativas, inovadoras e de atuação global dos associados. Estudos mostram que o caminho da diferenciação pelo design, inovação, tecnologia e originalidade são os mais adequados para o setor de componentes. Assim, diversas ações já estão planejadas para dar continuidade a este trabalho, multiplicando resultados. Há investimentos previstos de cerca de R$ 22 milhões em atividades de promoção comercial no Brasil e exterior, em todos os continentes; projetos de fomento à inovação tecnológica, apoio à produção de moda e design, ações institucionais, estudos de mercado, análises de cenário, capacitação gerencial e técnica, produção de conteúdos de inteligência comercial, ampliação dos convênios e relacionamentos internacionais já existentes, entre outras. Os parceiros são a APEX-Brasil, SEBRAE nacional e regionais e ABDI – Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial.


Os resultados esperados envolvem a capacitação de 1,6 mil empresas e mais de 5 mil profissionais, em média, a cada semestre, com atividades nos pólos calçadistas, aperfeiçoamento dos sistemas de comercialização das empresas, ampliação do número de empresas exportadoras (380 até dezembro de 2008), geração de 500 novos empregos a cada ano e aumento das exportações para US$ 1,1 bi/ano.

 


Recomendamos para você:
Última edição do Fair&Sale no parque Ibirapuera, Sâo Paulo
Organização da Feira dedicada ao empreendedorismo criativo anuncia novo local para edição que celebra o natal, no dia 15/12 na entrada do portão 10 do parque Ibirapuera
David Marcondes interpreta Ned na Ópera Treemonisha de Scott Joplin
Solista do Theatro Municipal de São Paulo faz duas apresentações especiais com o Coro Luther King em comemorações a Consciência Negra nos dias 27 e 29 de novembro em ópera que se apresenta pela primeira vez no Brasil com uma orquestra completa.




ENVIE PARA UM AMIGO

Leia mais sobre Eventos

LEIA TAMBÉM:
COMENTÁRIOS


Adicione seu comentário

Nome:
Email:
Cidade e Estado:
Comentário