×
HOME BELEZA BUSINESS E NEGÓCIOS CULTURA DESTINOS EVENTOS GASTRONOMIA HOTELARIA MODA PETS SOCIAL TURISMO ZILDA BRANDÃO DICAS DE VIAGEM QUEM SOMOS TV ZILDA BRANDÃO ÚLTIMAS NOTÍCIAS FALE CONOSCO
     

Whats Instagram Instagram Facebook
×
ENCONTRE SUA NOTÍCIA

CULTURA

Coletiva faz parte da programação da Bienal de Curitiba, reunindo artistas do Paraná que têm origens asiáticas





ZB Galeria apresenta obras de Sandra Hiromoto, Celso Setogutte e mais sete artistas na exposição “Aqui e Lá”

Coletiva faz parte da programação da Bienal de Curitiba, reunindo artistas do Paraná que têm origens asiáticas


Zuleika Bisacchi Galeria de Arte - Celso Setogutte-15 - Foto: Marcelo Elias

Curitiba, 10/2017 - Lide Multimídia - A Zuleika Bisacchi Galeria de Arte integra o Circuito de Galerias da Bienal de Curitiba de 2017, apresentando os trabalhos de nove artistas do Paraná com raízes japonesas dentro da exposição “Aqui e Lá”. Com curadoria de Rosemeire Odahara Graça, a exposição conta com obras de Akiko Miléo, Celso Setogutte, Claudine Watanabe, Julia Ishida, Sandra Hiromoto, Sayuri Kashimura, Yiuki Doi, Ademir Kimura e Tania Machado.


Zuleika Bisacchi Galeria de Arte - Sandra Hiromoto-9 - Foto: Marcelo Elias
 
Na exposição, Sandra Hiromoto retorna à galeria com duas de suas mais recentes criações, "Say Hay" (de 2016) e “Nenhuma Nudez Quer Ser Vestida” (2017), telas em tinta acrílica e spray que fazem referência a imagens de gueixas. Natural de Assis Chateaubriand, a artista reside em Curitiba. Expôs na Bélgica, Japão, Estados Unidos, Espanha, Portugal, Peru, Colômbia, México e Cuba, além do Brasil, onde foi premiada em diversos salões de arte. Recebeu prêmios também em Paris e possui uma obra no acervo do Palácio Imperial do Japão. Como designer, assina o projeto gráfico do livro “A mulher que não queria acreditar”, de Fernanda Takai. Na televisão, suas obras fizeram parte do cenário da novela “Sol Nascente”.


Zuleika Bisacchi Galeria de Arte - Sandra Hiromoto-10 - Foto: Marcelo Elias
 
Ceramista premiado, Celso Setogutte traz para a exposição “Aqui e Lá” duas peças de cerâmica queimadas a uma temperatura aproximada de 1260 oC. Além disso, teve o cuidado de utilizar um material composto por vários tipos de argilas e massas de várias origens, o que contribui para o efeito estético das obras, mais leves e resistentes.  Natural de Umuarama e radicado em Curitiba, Celso Serogutte iniciou suas atividades artísticas em 1988, participando de dezenas de mostras, salões e exposições desde então, além de ter seu nome citado em dois livros de artes. Recebeu premiações no 16° Salão Paranaense de Cerâmica (2004), 16°Mostra Cascavelense de Artes Plásticas (2005) e no I Salão Nacional de Cerâmica (2006). 


Zuleika Bisacchi Galeria de Arte - Sandra Hiromoto-29 - Foto: Marcelo Elias
 
Sobre o espaço

Inaugurada em dezembro de 2015, em Curitiba, a Zuleika Bisacchi Galeria de Arte realiza um trabalho de responsabilidade, critério, coerência, integridade e respeito aos artistas e ao público apreciador das artes, em suas diversas linguagens e criações artísticas.

Trata-se de um espaço de contemplação e cultura, que oferece ao público a possibilidade de apreciar e aprender mais sobre arte contemporânea, além de poder adquirir os trabalhos expostos, pois a galeria também é um ponto de venda de obras de arte.

Serviço:
Exposição "Aqui e Lá" - Circuito de Galerias da Bienal de Curitiba 2017

Em cartaz até 26 de novembro
Horários de visitação diária: segunda a sábado das 10h às 22h, domingos e feriados das 14h às 20h.
Local: Zuleika Bisacchi Galeria de Arte
Endereço: Av. Batel, 1868 (Pátio Batel, piso L3 / loja 329)
Entrada gratuita
Telefone para Informações: (41) 3020-3667

Fonte: Assessoria de Imprensa


Postado por - 20/10/2017 às

ENVIE PARA UM AMIGO



Leia mais sobre Cultura

LEIA TAMBÉM:
COMENTÁRIOS


Adicione seu comentário

Nome:
Email:
Cidade e Estado:
Comentário