BUSINESS
Rotas culturais e experiências para o turismo competitivo, conclui o congresso da UNWTO
20/11/2018 às 08:34



Após a primeira edição realizada há dois anos, o 2º Congresso Internacional sobre Rotas Históricas e Civilizações Mundiais foi concluído em Sofia, Bulgária. No âmbito do Ano Europeu do Património Cultural e do Ano do Turismo UE-China, o evento explorou como o turismo ao longo das rotas históricas pode ajudar a salvaguardar e promover o património cultural tangível e intangível.

Organizado pela Organização Mundial do Turismo (OMT) e pelo Ministério do Turismo da Bulgária, o congresso explorou o papel dos órgãos públicos nacionais e regionais no aprimoramento das rotas históricas, particularmente entre as nações. Reuniu ministros de quatro continentes, bem como especialistas públicos e privados representando rotas de turismo cultural emblemáticas, incluindo a Rota 66, o Caminho de Santiago (Caminho de Santiago), a Rota dos Fenícios e a Rota da Seda.

"As rotas históricas podem desempenhar um papel importante em revelar a história única, cultura e patrimônio natural dos territórios ao longo deles, tornando-se uma poderosa ferramenta promocional e um instrumento único para aumentar a competitividade do turismo para muitos destinos", disse o secretário-geral adjunto da OMT, Jaime Cabal. o evento.

Congresso Internacional sobre Rotas Históricas e Civilizações Mundiais

Nikolina Angelkova, Ministra do Turismo da Bulgária, delineou seus planos para promover o turismo cultural na Bulgária. "O turismo cultural pode desempenhar um papel fundamental na transformação da Bulgária em um destino turístico que dura o ano todo. Estamos pensando em criar uma rota de civilizações antigas incorporando monumentos da UNESCO, que melhor reconheceria e promoveria a região dos Bálcãs como um destino turístico", disse ela.

As discussões centraram-se na identificação de melhores práticas de desenvolvimento, gestão e promoção do turismo que podem ajudar a aproveitar o potencial turístico de rotas históricas, aumentar o valor de sua herança cultural e preservar sua autenticidade. Exemplos bem-sucedidos foram trocados por rotas históricas bem desenvolvidas e gerenciadas, com foco em maneiras de maximizar os impactos socioeconômicos do turismo para as comunidades locais e contribuir para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Nos últimos anos, o turismo cultural emergiu como um grande impulsionador da demanda, em sintonia com o crescente interesse dos viajantes em mergulhar em “experiências” turísticas, como rituais e tradições locais. O congresso produziu um conjunto útil de recomendações que podem fornecer orientação a todos os interessados ??em turismo interessados ??em aproveitar o potencial que as rotas do patrimônio cultural oferecem para melhorar a atratividade e a competitividade dos destinos.

Fonte: Assessoria de Imprensa



Envie por email para um amigo

Leia mais sobre Business

COMENTÁRIOS

Não há comentário postado até o momento

COMENTE

Seu nome:
Seu email:
Deixar seu email visível: 
Cidade/Estado:

Escreva seu comentário


Digite o código abaixo:
33844



Canadá Inesquecível

HOME
QUEM SOMOS
FALE CONOSCO
TV ZILDA BRANDÃO
COLUNA ZILDA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ANTONIO SALANI

Mira & Destino é um site de informações turísticas, gastronômicas, negócios e novidades no mercado voltado para o público de alto luxo. Nossa intenção é trazer sempre o que de melhor acontece no mundo
BUSCA DE NOTÍCIA
RECEBA NOTÍCIAS

Desenvolvimento: Anderson Luiz